Correria do dia a dia / Reserve um tempo para não “perder” as pessoas

O mundo de hoje consome rápido o tempo das pessoas, são muitas coisas para fazer. Alguns vivem para os seus compromissos, perdendo os momentos com a família, amigos e namorado (a) / esposo (a).

Isso pode levar a um desconhecimento do outro, do momento que ele está passando, dos seus “problemas”, dos seus desejos, da sua vida atual. Quando isso acontece a pessoa tenta falar com a outra, mas parece que não conseguem mais conversar, “fica estranho”, a relação fica “fria”. Perdem a cumplicidade pela falta de compartilhar as emoções.

As relações precisam:

  • É importante reservar sempre um horário na semana para cultivar as relações, isso deve ser continuo, para toda a vida.
  • Existir o compartilhar com o outro. Deve haver trocas de conversas e sentimentos.
  • Companheirismo. Quando possível, um poder contar com o outro para dividir tristezas e momentos de alegria, no movimento de dar e receber, respeitando o limite e o espaço de cada um.

A convivência e as trocas são formas de conseguir manter a relação saudável, das conversas acontecerem de forma natural e “gostosa”.  É assim que a pessoa se sente a vontade com a outra, a amizade flui, o casal acende a chama do amor, os pais e filhos fortalecerem os laços familiares. É preciso entender que o prazer de estar com o outro, a confiança, o curtir são construídos, necessitando de dedicação, criando possibilidades para esses momentos realmente acontecerem.

Às vezes o distanciamento ou isolamento podem ser por questões emocionais mal resolvidas, e nesse momento é importante buscar ajuda do psicólogo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *