Colocar limites X Se você não disser, o outro não vai saber até onde pode ir

Se a pessoa faz ou diz algo que você não gosta, é importante falar para ela o que te incomodou ou passou dos limites. Isso em qualquer relação, na amizade, relacionamento amoroso, pais e filhos….

Quando não é dito para a pessoa até onde ela pode ou não pode ir, muitas vezes ela te “magoa” ou “invade” o seu espaço sem saber. Com frequência o outro faz isso não por “maldade”, mas porque você nunca disse ou colocou limites para ele.

Claro que existem formas e momentos. É importante ser assertivo, dizer sem ser agressivo ou se justificando (tem um post sobre isso no blog http://curitibapsicologa.wordpress.com/2012/07/02/ser-assertivo-como-se-colocar-do-jeito-certo-nas-situacoes-do-dia-a-dia/ ).

Conseguir estabelecer limites é bom para você e para quem está ao seu lado, porque normalmente:

  • Quando são estabelecidos os limites, as pessoas refletem mais sobre os seus comportamentos com o outro, tentando melhorar aquilo que não foi “bacana” na relação.
  • Cada um passa a tentar perceber mais os sentimentos de quem está ao seu lado, e mesmo não entendendo muito bem, toma mais cuidado para não passar dos limites.
  • A pessoa começa a te valorizar mais, vendo a importância e a necessidade de respeitar o seu espaço.

Mesmo você dizendo “do jeito certo” aquilo que “não foi legal”, às vezes a pessoa não vai conseguir lidar muito bem com o limite que você está dando, porque ela vai ter que começar a ver o seu lado, e como ela não está acostumada, isso vai trazer um desconforto. Mas nesse momento é ela quem terá que “dar conta” do próprio sentimento. É importante ela amadurecer isso, que nem sempre as coisas serão do “jeito” dela.

É necessário o outro entender que há coisas que você não pode deixar passar e aceitar, pois isso te faz sentir mal, e traz problemas na relação de vocês.

E como sempre digo, lembre-se que deve existir os dois lados, em que o seu limite deve respeitar o espaço do outro, assim como o outro precisa respeitar que você tem seus limites, mesmo que ele não os entenda.

Se você sente dificuldade para conseguir fazer isso, ou então dizer de forma assertiva, o psicólogo pode ajudar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *