Não encarar a vida ou se esconder dela não é a solução

Algumas pessoas se escondem da vida, sentem medo quando estão em evidência e são o foco do olhar dos outros. Por exemplo:se esconder vida

  • Medo de acontecer algo ruim, de sofrer;
  • Ter que assumir uma posição e as conseqüências das suas decisões;
  • Receio dos julgamentos, vergonha.

A pessoa que busca ser invisível costuma ter muitos problemas de autoestima. Sente mais tristeza, solidão, como se estivesse aprisionado dentro dos seus próprios medos (na maioria das vezes, quase todos criados, sem lógica com a realidade). Quase sempre a pessoa não se permite dizer o que quer ou não gosta, deixa os outros “passarem por cima” e tomarem decisões por ela. É como se ela não fosse dona da própria vida.

A solução não é se fechar. É preciso entender que passar pela dor e enfrentar dificuldades faz parte do viver e amadurecer. Só encarando o que “não está legal” é que a pessoa vai conseguir sentir os verdadeiros e reais prazeres da vida. Para isso precisa:

  • Entender os próprios medos e enfrentá-los (é muito importante buscar o tratamento com o psicólogo nesse momento).
  • Aos poucos, tentar se arriscar, aumentando o autoconhecimento, podendo falar sobre as próprias vontades.
  • Lidar com a frustração de não ser aceito e aprovado por todos, entendendo que isso é normal (trabalhar a auto-estima).
  • Não existe perfeição (não se sentir pior ou inferior aos demais; pensamento negativo faz a pessoa perder a força para lutar por si e reconhecer as próprias qualidades).

7 thoughts on “Não encarar a vida ou se esconder dela não é a solução

  1. Andrea Carvalho

    Me identifiquei muito com o que está escrito, mas ter consciência e conseguir mudar a crenca e comportamento tem sido muito dificil.quase impossível.Minha mente eh minha maior inimiga…como gostar de viver?

    Reply
  2. chana simango

    Eu tenho medo d viver d encarar certas realidades q em mim nao estao do jeito q gostaria,to sempre numa relacao nao correspondida dpois d m apaixonar habituar e ele s afasta d mim…nao eh a primeira relacao com a mesma historia. M sinto feia gorda e ja n vjo o motivo d cntinuar a viver. E hje ja tenho 28 abos de idade. Kdo dnovo vo cnhecer alguem m apaixonar viver fazer planos ter filhos casa? Sinto k n tenho mais tempo p isso.

    Reply
    1. Michelli Duje Post author

      Bom dia,

      Talvez a questão que você tenha que se questionar é: você cria uma expectativa que um relacionamento amoroso vai “resolver” e tornar a sua vida feliz?
      É importante você perceber o que você espera de uma relação que talvez você devesse esperar de você… E também tentar identificar: você se aproxima de pessoas que são bacanas com você, ou acaba se aproximando de pessoas que costumam ser agressivas ou não te valorizar?
      Leia esses textos, pode te ajudar:
      michelliduje.com.br/2012/10/01/nao-consigo-namorar-dificuldade-de-arranjar-ou-manter-um-namoro/

      http://michelliduje.com.br/2015/08/01/sera-que-sou-uma-pessoa-que-depende-dos-outros-caracteristicas-da-dependencia-emocional-e-dicas-para-se-tornar-mais-segura-emocionalmente/

      http://michelliduje.com.br/2014/07/30/2184/

      Abraço!
      Psicóloga Michelli Duje

      Reply
  3. flavio

    Ando fugindo de todos, medo que não seja capaz, é horrível, me sinto incomodado até em ter que ver e conversar com alguém mesmo que seja conhecido, vontade de morrer mas sem coragem de me suicidar, muito medo do futuro, fico apreensivo é terrível essa sensação, uma tortura, odeio a vida é esse mundo, não queria ter nascido.

    Reply
  4. Manoel Andrade Pires

    Me identifiquei com o texto, tenho muito medo de enfrentar a vida, nos momentos de tomar decisões. Eu. Tenho Depressão e nos momentos de crise fico muito dependente da minha esposa e meu irmão, fico como estivesse pisando em caco de vidro em outras palavras , só pensa em tirar minha vida. Agora quanto eu estou fora dá crise e a minha vida está numa boa eu me sinto uma pessoa alegre, produtiva , criativa. Portanto quando os problemas chega e eles demora acontecer a ansiedade aumenta comeco a perder o sono, a tristeza chega, falta de apetite , aí eu sei que uma nova crise chegou e eu logo perdi o chão, fico desesperado

    Reply
  5. Eduardo silva

    Eu me identifiquei demais com muito aqui escrito. Sou casado mas ando com muitas dificuldades na vida . Sinto que preciso de ajuda mas não sei por onde começar

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *