“Não tolero injustiça” / Sentimento de impotência causada pela injustiça

indignação            A injustiça é algo que muitos se deparam todos os dias. Algumas coisas chocam mais, outras menos, depende de cada pessoa. Às vezes aquilo que incomoda de forma exagerada, pode ser uma questão que (de alguma forma) mexe com a história da própria pessoa. Ela precisa pensar e se perceber, dentro do sentimento de injustiça:

  • O que isso significa para mim?
  • Será que tem algo meu (da minha vida) nessa indignação? Sinto que também já fui injustiçado?
  • Isso me lembra sofrimento que já vi de perto ou vivi?

Claro que não precisa de justificativa para a pessoa ficar indignada, pois afinal, a injustiça é revoltante e destrutiva. Mas é fundamental a pessoa refletir se aquilo a atinge porque a faz reviver um sofrimento. Caso a resposta seja sim, isso pode fazer com que a pessoa busque “salvar” os injustiçados incessantemente, provocando cada vez mais sentimento de impotência e angustia, pois na verdade essa vontade de ajudar os outros, significa defender e proteger a si mesmo. E infelizmente, normalmente não será apenas dessa forma que ela conseguirá superar seu passado.

Nem sempre é possível conseguir proteger ou mudar o que está “errado”. É extremamente importante a pessoa tentar melhorar o mundo, mas precisa cuidar de si mesma e saber que existem os seus próprios limites. Não pode esquecer de viver aquilo que é bacana e bonito também.

Quando não consegue estratégias para lidar com o sentimento de impotência e injustiças que se surgem no decorrer de suas vidas, é fundamental o acompanhamento com o psicólogo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *