Qual o segredo dos relacionamentos duradouros?

            Li certa vez: Perguntaram ao casal de idosos que estavam juntos há muitos anos, o que eles faziam para manter a relação com tanto amor. Eles responderam que hoje, quando algo estraga, as pessoas jogam fora, e no tempo deles, as pessoas tentavam consertar.longo amor

É importante o casal (tanto um como o outro) lidar com os conflitos e desentendimentos, buscando melhorar e aprender formas de se relacionar positivamente.

Questões para relação saudável:

PRIMEIRA: O respeito e interesse pelo companheiro, pelos sentimentos, pensamentos, sonhos, e também pelas suas frustrações, conflitos… A relação é feita de trocas, envolvimento, parceria e apoio. É preciso valorizar o parceiro. Para isso é necessário se colocar no lugar do outro (o egoísmo “estraga” a relação).

SEGUNDA: Cada um tem a sua personalidade, seu ritmo, a sua maneira de pensar e agir. É importante respeitar o “jeito” do outro.

TERCEIRA: Por mais que seja um casal, é fundamental que cada um tenha o seu próprio espaço, exigindo o equilíbrio entre a individualidade e a vida a dois. Para que tenha esse equilíbrio, são necessárias as negociações e combinados entre o casal. Precisam conversar  (falar e também escutar o outro), respeitando os sentimentos e avaliando o que é possível e saudável dentro da necessidade de cada um.

QUARTA: É natural desentendimentos  e situações complicadas (problemas financeiros, falecimento de alguém próximo, frustrações na vida, …). Mesmo com boa sintonia, são duas pessoas diferentes, por esse motivo terão que encontrar formas para se entenderem quando discordarem. Em alguns momentos terão que ceder e ser mais tolerante com o parceiro, como por exemplo:

  • Quando um estiver cansado ou estressado por causa do dia de trabalho. É importante dar espaço. Mas lembre-se, sempre havendo respeito entre ambos. Estar “de mal” com a vida não dá o direito de ser grosseiro e descontar no outro.
  • Todos têm defeitos e chatices, não existe pessoa perfeita. Sinalize o que incomoda, lembrando-se de ser sensível aos sentimentos do companheiro.
  • Quando acontecer brigas, é fundamental que a reconciliação ocorra com combinados para melhorar o convívio. Avaliando de forma coerente, para que cada um tente entender o lado do outro, ajudando o par nas mudanças. Retrucar, justificar, atacar, na tentativa de inverter a conversa para não assumir próprios erros é algo que desgasta muito a relação. É necessário que os dois queiram melhorar o que não está legal, dentro do possível fazendo o movimento para modificar os comportamentos que geram conflitos.

QUINTA: Às vezes é necessário resgatar a relação depois de algumas fases (gravidez, filhos pequenos, trabalho excessivo, períodos de luto, episódios de doenças familiares, correria do dia a dia, brigas intensas…). É importante namorar, ter um momento só do casal. O carinho, afeto também são o segredo para manter a chama da relação acesa. 

Quando o casal não consegue superar conflitos, é indicado acompanhamento psicológico.

6 thoughts on “Qual o segredo dos relacionamentos duradouros?

  1. R

    Oi doutora. Eu estou namorando um rapaz que é uma ótima pessoa, ele é bom, educado, fiel, é calmo, não gosta de baladas, tem mts qualidades. Tenho 36 anos e ele 32. Mas estamos passando por uma fase mt dificil na relaçao, pois eu fui passar um tempo no país dele (ele é estrangeiro) e a familia dele me destratou. Fui educada, gentil, prestativa, mas não quiseram saber de mim. A irmã dele e o marido nenhuma palavra trocaram comigo (passamos varios dias juntos na mesma casa, inclusive Natal) e a mãe dele fez pior, acho que por ciúmes, ficava implicando comigo, fazendo fofocas sobre mim, e criava mts conflitos entre mim e ele (ate q um dia ela ligou pra ele falando que ia me denunciar a policia sem mais nem menos: eu friso que nunca fiz nada a ela). Eu nunca sequer revidei as acusaçoes dela e nunca destratei ninguém. Uma vez ela entrou no quarto quando eu e ele estavamos tendo uma discussao (por causa desses problemas) e entrou porta a dentro do nosso quarto, sem bater, e apontando o dedo na minha cara, me acusando, levantando a voz pra mim. Eu sem responder nada, apenas peguei minha carteira e saí da casa dela e aluguei um quarto pra mim e lá fiquei até voltar pro Brasil. O motivo de nossas brigas (o maior) é ele naquela altura nunca ter feito frente e me defendido efetivamente quando me destratavam. E um dos pontos mais marcantes foi que quando eu tentava conversar com ele, ele me respondia com um tom grosseiro, que nao podia fazer nada, que familia é assim mesmo. Daquele dia pra cá fiquei muito magoada e nunca o perdoei. E os varios meses em que eu fiquei la, sempre tentei chamá-lo a razao, mas ele sempre os defendia de alguma forma. E os problemas com a mae dele continuavam. Sem falar que por conta dessas coisas, acabamos nao nos casando (pois esse era um dos planos dele) e ele nao fez. E eu sempre sofrendo, chorando e tentando conversar com ele. A conclusao de tudo é que, nao casei com ele e ainda voltei pro Brasil ( que tb não era nossos planos que eu voltasse). E mais uma mágoa dele: quando estava perto da data da minha passagem de volta, ele disse que me amava mto (por email) mas nao sabia o que queria, se queria q eu ficasse ou se fosse embora. Entao eu falei q ia embora e fui, carregando sozinha as minhas malas imensas e pesadas, sem ninguem pra me levar ao aeroporto e se despedir de mim e dizer boa viagem. Depois que eu ja tinha voltado pro Brasil a mãe dele procurou o meu face e ainda me mandou uma
    mensagem bem irônica pra me provocar. E depois de 3 meses ele me procura pela internet e diz que me ama, me pedindo perdao, que queria corrigir tudo, que faria tudo pra ficar comigo novamente, inclusive que viria morar no Brasil. Só que nao é facil pra mim, depois de tantas magoas apagar tudo como se nada tivesse acontecido.
    Por causa da situaçao emocional que eu me encontro hoje, nao consigo confiar nele e quase tudo que ele me fala, ou faz, hoje ganha um peso negativo, entao nao conseguimos mais conversar numa boa e estamos sempre brigadando. Por causa disso, ele agora tem falado que estamos brigando muito e que não tem certeza se daríamos certo se ele viesse pra cá. Eu sinto que ele nao percebe o impacto negativo de tudo que aconteceu fez em mim e que ele estava esperando que um pedido de desculpas (pela internet) consertaria tudo. Dessa forma ele dá a entender que agora as brigas sao culpa minha. E tenho me sentido muito mal e as vezes culpada.
    Eu peço um tempo, me afasto, mas ele sempre diz que me ama e que não quer terminar. Mas pra mim nao parece que ele me ama, eu nao consigo ver, enchergar esse amor nele.
    Eu nao sei mais o que falar pra ele, como explicar as coisas, pois tudo ja foi falado. E nao sei mais como agir nesse momento.

    Reply
    1. Luyza Pimentel

      Olá,
      Acho que você tem duas opções: Esquecer tudo que aconteceu (sei que é difícil acreditar novamente, perdoar tudo que sofreu) e voltar acreditar em suas promessas e os dois se esforçarem para ser feliz OU terminar, dar um basta nesse relacionamento que pode ter te magoado e que não tem “jeito”, e com isso abrir o seu coração novamente, conhecer outras pessoas, outra família, outro jeito de viver, outras aventuras… OBS: É importantíssimo ressaltar que em um relacionamento os DOIS devem estar despostos a recomeçar e fazer do relacionamento de vocês o melhor possível!
      Se minha opinião ajudou de alguma forma eu ficarei muito feliz!

      Reply
  2. DENISE RAMOS

    Realmente concordo que essas 5 etapas são necessárias para que se viva uma boa relação amorosa, assim como tbm salvar uma relação de amizade, pois em toda e qualquer relação nao existe um único culpado, mas ambos precisam aplicar as 5 etapas para que a relação não chegue a um final muito desgastante e triste. Parabéns! Pelo texto.

    Reply
  3. marcos vilela

    PARABENS pelo artigo, gostei, so frisando, Não existe fórmula mágica para um relacionamento duradouro, a coisa só anda para frente quando os dois se dedicam dia a dia.
    Assim como existe as coisas que ajudam a dar certo, tem também as que podem estragar tudo, e é sobre isso que vamos falar aqui, com essas dicas só não mantem seu relacionamento quem não quiser.
    1- O principal da relação é a confiança, mas isso tem que vir das duas partes.
    Pesquisas de anos foram feitas sobre o assunto e em todos eles apontam a confiança entre sí como um dos pilares que sustenta a relação.
    E não estamos falando somente do tema fidelidade, mas sim em outros aspectos também.
    Quando o casal sente que ambos confiam um no outro a segurança se instala fortalecendo a união.
    Com isso um conhece mais do outro, suporta mais do outro, e ama mais o outro.
    2- Ver o lado bom das mudanças; Durante a relação as coisas mudam muito, nada permanece da mesma forma, desde os sentimentos que fizeram esse amor existir, como as emoções de cada um, assim como as características físicas de ambos, por isso é importante saber aceitar as mudanças do outro e saber que você também mudou, cada fase tem suas particularidades e a sabedoria é tentar a todo custo lidar com cada uma delas.
    3- Conversas; Casal que tem diálogo é casal feliz!
    Essa é a peça chave para se conseguir manter um relacionamento duradouro, conversar…
    Aceitar as diferenças do outro não é algo tão fácil, por isso conversar ajuda muito a não guardar ressentimentos um do outro.
    Tem que colocar para fora, dizer o que sente mesmo sabendo que isso poderá magoar o outro, se possível dizer tudo em tom gentil e não de criticas acusando e colocando a culpa no outro.
    Mas além de dizer tudo, saiba ouvir mesmo que as palavras não forem as que você gostaria de ouvir, e é a partir daí que as coisas vão se acertando.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *