“não gosto do fim de ano” / Descubra como dar um novo significado para o natal e ano novo

É natural que as emoções fiquem mais afloradas no natal e ano novo. Com tantas comemorações, propagandas comerciais e marketing pela mídia sobre essa época, é comum a pessoa se sentir cobrada a estar “super feliz”, cheia de vitórias, reatando laços com parentes e amigos. Como se devesse ter superado a maior parte dos seus obstáculos, encontrado um grande amor, conquistado um corpo mais magro ou sarado, aumentado a sua renda financeira, conquistado suas metas e objetivos na vida pessoal ou profissional.fugindo do papai noel e do ano novo 2

A autocobrança e ansiedade de querer corresponder a todas essas expectativas criadas pela sociedade ou por ela mesma geram sofrimento. A pessoa pode sentir justamente o contrário do que ela gostaria ou imaginava. De repente passa a sentir frustração, fracasso, rejeição, solidão, tristeza…

Por esse motivo é preciso ficar atenta, tomando cuidado para que os natais e anos novos não se tornem um problema em que a pessoa tente banir do seu calendário. Não é possível ignorar essa data, já que é tão comemorada por muitos países. Não é saudável fugir daquilo que pode estar dando sinais que algo está “mal resolvido” emocionalmente. Encarar e acolher os sentimentos que o mês de dezembro traz é fundamental para o autoconhecimento e superação. É essencial entender o que essa data representa de tão difícil, compreender o que o natal e o ano novo estão simbolizando:

  • O que natal e ano novo significa para você?
  • Quais são as suas lembranças e expectativas em relação a essa data?
  • Por que será que essa época mexe tanto contigo?

É interessante perceber quais são as crenças e fantasias (positivas ou negativas) sobre essa data. E a partir disso, dar um novo significado e um novo sentido para o natal e ano novo:

  • Como você poderia tornar essa época menos dolorosa e mais prazerosa?
  • É possível olhar de outra forma para aquilo que já viveu? É possível dar um novo significado para as suas lembranças ou experiências de final de ano?
  • O que você poderia fazer para ressignificar ou reformular as crenças sobre o natal e ano novo?

Se for necessário chore o que precisa ser chorado, limpe a alma para dar oportunidade de cicatrizar as feridas e transformá-las em lindas marcas imperfeitas que te fortalecem.

É importante aprender a lidar com esse turbilhão de informações e emoções “provocado” pelo espírito natalino e pela renovação do ano novo. Aproveitar essa data para desmistificar a utopia de querer ser perfeito ou ter uma vida perfeita. Por mais estranho que possa parecer para alguns, essa ideia de não precisar ser perfeito tira um peso enorme das costas, e abre as portas para a pessoa se sentir capaz de superar suas dores emocionais, organizar e planejar de forma mais realista a sua vida pessoal e profissional.

Dicas:

  • Dentro do seu orçamento, pense ou pesquise algo bacana para fazer nessa época (viajar, sair com amigos, reencontrar familiares, fazer atividade física, passear em parques, ir ao cinema, …).
  • Acolha os seus pensamentos. Perceba se eles estão te ajudando a superar as suas dificuldades, ou se os seus pensamentos estão te sabotando. Tome as rédeas e conduza os seus pensamentos para algo positivo e saudável para si.

Quando a pessoa não consegue superar suas dificuldades em relação ao natal ou ano novo sozinha, é indicado o acompanhamento com o psicólogo.

Leia também sobre o por que o natal e ano novo mexem tanto com as pessoas / formas de enfrentar as emoções que surgem nessa época:

https://curitibapsicologa.wordpress.com/2013/12/30/por-que-natal-e-ano-novo-mexe-tanto-com-as-pessoas-formas-enfrentar-as-emocoes-que-vem-nessa-epoca/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *